Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Jornada23

Uma portuguesa a viver em terras de sua Majestade desde 2014.

Jornada23

Uma portuguesa a viver em terras de sua Majestade desde 2014.

Agadir

Agadir....! So de pensar nos dias passados em Agadir sinto um aperto, um saudade imensa! 

Tal como referido em posts anteriores, em Agadir escolhemos o Hotel Iberostar Founty Beach , a maravilha das maravilhas aos nossos olhos. 

 

Fatores positivos:

- O hotel foi sem duvida o ponto alto da viagem. Foi-nos possivel dormir ate' mais tarde, aproveitar a piscina interior pela manha e a exterior durante a tarde ou simplesmente ir a praia dando 10 passos fora do hotel. 

- A simpatia do staff no hotel , as comidas, o modo como o estrangeiro e' tratado sao simplesmente factores mais do que positivos 

- O clima foi o nosso melhor aliado tambem. Se em Marraquexe apanhamos uns dias de chuva e frio aqui o sol brilhava todo o dia

- O mercado era muito mais pequeno que o de Marraquexe mas foi bom porque era menos confuso e estavamos num mood mais calmo 

- Todas as noites existia uma festa no hotel, ora era Bolywood night , ora era noites de talentos, enfim uma panoplia que nos entretia noite fora. 

 

Factores negativos : 

- Quando saiamos do hotel eramos logo bombardeados com vendedores ou taxistas. O mesmo se passou quando saimos do autocarro vindo de Marraquexe e tivemos que pedir aos taxistas para nos darem tempo para pensar, visto fazerem-nos pressao mal saimos do autocarro para escolha de taxista.

- Como era uma cidade mais pequena e naquela altura do ano existem menos turistas sentiamo-nos mais deslocados do que em Marraquexe onde era estrangeiro a cada esquina 

- O aeroporto ficava bastante longe da zona dos hoteis principais.

 

Conclusao:

Nao me importava de voltar a Agadir para mais umas ferias "resort". Sair da cama, comer e deitar o corpito de frente para o sol o dia todo, intercalando com um mergulho na psicina.  Ainda por cima sabendo que de Londres encontro voos a 40 e pouco libras!! 

 

iberostar-founty-beach.jpg

 

7222526.jpg

 

 

 

2017/2018

29033-newyear-new-year-gold.1200w.tn.jpg

2017 pareceu curto, passou rápido...muito mais do que os anos anteriores. 

Foram feitas mais ou tantas viagens a Portugal como o ano passado, o que acabou por ser bom para tratar de assuntos e matar saudades. Apenas viajei para a Bélgica para estar com a família, ao contrario do ano passado que passei por Espanha e Marrocos. Mantive o trabalho onde estou, melhorei profissionalmente e fui capaz de demonstrar as minhas capacidades enquanto profissional não só aos meus colegas como chefia. Passei a ter a conterrânea a trabalhar comigo de novo - juntas mais uma vez. Eu e o príncipe conseguimos riscar um objectivo da lista o outro quase que foi feito antes do ano, vai acabar por ser em 2018. 

 

2018 ira trazer muito, espero. O desejo e de mudança para este ano, muita mudança mesmo! Mudança que nos ira assustar mas em termos de realização pessoal ira trazer muitos benefícios. Mais um objectivo a riscar a lista logo no inicio do ano e o resto espero que venha por acréscimo. Este ano planeiam-se viagens, algumas para riscar mais uns objectivos da lista. Esperam-se menos viagens para Portugal, mas por bons motivos. Esperam-se melhorias no trabalho e quem sabe crescimento. 

Espera-se um ano novo. Cheio de conquistas 

Marraquexe

Marraquexe foi a cidade escolhida para começar a nossa jornada em Novembro de 2016, como já tinha referido optamos por uma acomodação bem no centro da Medina Riad La Perle de Marrakech

 

Fatores positivos :

- A diversidade, as cores, os cheiros no mercado.

- A hospitalidade , porque na maioria dos casos os marroquinos eram prestáveis e pessoas simpáticas

- O valor da moeda. A moeda vale pouco, claro que no final do dia olhamos e vemos que gastamos dinheiro tão desnecessariamente mas custa menos dar devido ao valor tão baixo.

- A duração. Apenas ficamos 3 dias em Marraquexe mas no nosso caso foi o melhor. Os dias foram passados numa constante de "cuidado, olha a mota agora, olha o carro , vamos em fila indiana, e cuidado com blablabla "a confusão das ruas para quem queria um pouco de sossego de uma Londres tão movimentada não foi encontrado.

 

Fatores menos bons:

- A confusão. No meio do mercado tínhamos motas, bicicletas, pessoas, enfim este vai e vem não nos deu descanso 

- Localização. Devo dizer que para quem vai para Marraquexe durante mais dias não devera ficar na Medina, demasiado caótico. 

- O turismo. A maneira como os turistas são vistos não me caiu bem. Para terem ideia houve um dia que perguntamos onde era um bar, a pessoa indicou o bar e este estava fechado e mesmo assim esticou a mão para pedir gorjeta. Sentimos que o turista e completamente sugado e absorvido naquele quotidiano tão próprio deles.

- O regatear. O regatear tem as suas coisas boas e mas. Para quando estamos num local tão pouco tempo regatear esgota-nos e consume muito tempo e entusiasmo. Conseguimos regatear muita coisa boa mas também todos os dias nos chateávamos a regatear táxis. Não acho que conseguia esta rotina durante um longo período.

 

Conclusão:

Marraquexe  na opinião de todos que foram, foi bom para a duração que foi. Soubemos aproveitar, aconteceu-nos contratempos tal como em qualquer viagem e vivemos a cidade ao nosso redor. 

Para finalizar a jornada finalizamos a celebrar os anos da conterrânea cantando os parabéns com um pão típico....! (O tuga desenrasca-se! )

 

20161106_095335.jpg

20161106_144800.jpg

 

20161106_151212.jpg

20161108_000924.jpg

 

 

 

6 !

São 6 os dias que tenho que trabalhar seguidos , no turno da manhã, que é o que mais dói no final da semana ! Após os 6 dias tenho que estar as 4.30 da manhã a apanhar o autocarro para o aeroporto ! Chego a Portugal e passados 3 dias estou de volta !! Ah desgraça eh eh já estou velha para estas andanças!

Mais sobre mim

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.