Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Jornada23

Uma portuguesa a viver em terras de sua Majestade desde 2014.

Jornada23

Uma portuguesa a viver em terras de sua Majestade desde 2014.

Até...sei lá!

Até...um dia Peniche! 

Foi no início do ano que comecei a pensar no que poderíamos fazer este ano para comemorar os anos de namoro...sendo que este ano fazemos 10 anos juntos! 

A verdade é que a carteira já teve mais recheada e lembrei-me que tínhamos uma prenda por usar, um voucher da Odisseia para 1 noite num hotel à escolha. 

Procurei pela lista toda e havia locais super interessantes, no entanto, não queríamos nada muito longe porque o carro não é dos melhores para longas viagens, não queríamos nada muito distante porque era apenas uma noite e um local onde em pleno Abril ainda se conseguisse visitar algo por mais que estivesse um tempo de nhanha. 

Surgiu Peniche. Bonito, cheio de paisagens interessantes, o caminho para lá faz-se bem e ainda se pode aproveitar alguns locais a caminho do destino. Super entusiasmada, já a pensar em surpresas em coisas para fazer , bla bla...

Tudo corria bem. Até que o COVID aconteceu. 

Agora acho que vamos passar os 10 anos confinados em casa. Que mais fazer? Talvez a vista da varanda seja agradável para um jantar à luz das velas 

Tic Tac

 

maxresdefault.jpg

 

Faltam 18 dias minha gente! 18 dias para estar num avião, provavelmente nervosa, com uma lágrima no olho e a sorrir.

Faltam 18 dias. 6 turnos no trabalho. E ainda muita coisa por organizar. Faltam 18 dias e cada vez mais aparecem coisas por resolver, decisões a tomar.

Faltam 18 dias e eu estou pronta, alguns dias..outros não. Mas quero ir, e o receio é tanto mas o querer ainda maior.

 

Magaluf

Uma lágrima quase que cai quando me lembro de Magaluf!  A atmosfera estava perfeita, o hotel foi o máximo e acho que teríamos aproveitado um pouco mais mas a oferta era imensa. Por uma lado se não aproveitássemos o tempo pela manha / tarde a noite começava a levantar um vento mais desagradável que não deixava andar tão a vontade.

 

Fatores positivos:

- O hotel foi a melhor escolha. Para alem de ser enorme, ter 3 piscinas na qual a do meio tinha parque aquático (com escorregas e piscina de ondas), a comida era 5 estrelas e o serviço de limpeza era impecável. A localização do hotel era perfeita. Apenas a 5 minutos a andar da praia, numa zona mais sossegada que certas parte de Magaluf. Para acrescentar o quarto de hotel era enorme, conseguíamos ter pelo menos umas 6 pessoas a dormir ali, entre sala e quarto sem problemas

- A praia. Aquela praia era linda, agua calma, sem ondas (como gosto) a agua era fria mas rapidamente nos habituávamos a temperatura. 

- A zona em si era muito calma durante o dia. Acredito que em época alta (fomos em Maio) a confusão seja muito maior, mas correu bem. A zona em si e pequena, da para descobrir bem a pé, com restaurantes e lojas a poucos passos. 

- O mês que escolhemos ir foi o melhor. Magaluf para quem não conhece e um dos destinos favoritos principalmente dos jovens britânicos e pode ser um pouco caótico durante o verão (e só procurar por vídeos no youtube). O fato de termos ido em Maio foi óptimo porque o barulho não era muito, havia muito menos jovens mas ainda assim bastantes e o calor não era insuportável mas dava muito bem para estar na praia ou piscina o dia todo de molho. 

- Os residentes são bastante simpáticos e prestáveis. 

 

Fatores negativos:

- O algum barulho por parte dos jovens (na sua maioria britânicos) que usam esta localidade como o paraíso da festa. 

- A noite em Magaluf e a loucura, mas quando falo em loucura falo naquela mais pesada em que vamos a passear e estão não sei quantos promotores a tentar arrastar para os seus bares, mulheres as entradas seminuas , bailarinas a dançar em varões completamente nuas, jovens completamente bêbados. Se foi assim em Maio nunca me atreveria ir em pleno Julho ou Agosto. 

 

Conclusão:

Eu voltaria para Magaluf. Voltaria sem pensar duas vezes...ate que por curiosidade vi a estadia no mesmo hotel na mesma época e reparei que o preço aumento para três vezes em relação ao valor pago em 2016, inflação hein!  Isso tirou-me as esperanças todas. No entanto continuo a achar uma zona muito em conta, em que os preços são relativamente baratos e para nos português a língua acaba por não ser tanto uma barreira. 

 

20160516_150328.jpg

20160516_150312.jpg

20160519_132831.jpg

20160519_174130.jpg

20160517_161452.jpg

20160517_124251.jpg

20160518_142031.jpg

 

 

 

 

 

Alcudia & Outros

Dar uma volta pela Ilha de Palma de Maiorca foi uma decisao para podermos descobrir um pouco o local e tambem experienciar certas coisas.

 

Fatores positivos: 

- Visita ao Cabo Formentor - bem...quase visita ao Cap Formentor que aqui a condutora teve receio de ir ate ao final do percurso.... Isto deve-se simplesmente ao Zig Zag das estradas, nao conhecer bem o carro e a estrada e estarem a aparecer consistentemente cabras na estrada e tuneis. Oh meus amigos, eu adoro conduzir mas aquilo deu-me uns nervos desgracados tanto que ainda temos filmagens muito engracadas. Hoje em dia teriamos terminado o percurso, mas tambem penso que so ficaram uns minutos de distancia do Cabo - next time! 

- Visita as grutas de Drac em onde foi possivel experienciar um mini passeio de barco, um concerto ao vivo dentro da gruta (a acustica, meu deus!) com piano e violino. 

- Conhecer a cidade dentro das muralhas em Alcudia e quao perfeito se pode juntar o moderno e o antigo. 

- A diversao nocturna que contava muito com os bingos - um deles no qual eu e o principe conseguimos arrecadar uns 30 euros depois de planear uma estrategia..acabamos por sair porque o empregado nao parecia estar a gostar da brincadeira 

- Alcudia pareceu-nos uma zona muito simpatica e optima para familias com criancas, com muitas lojas de lembrancas e restaurantes a preco acessivel. 

- O fato de termos passeado pela ilha para alem de Mallorca deu-nos uma nocao da realidade entre o interior e as zonas costeiras bem mais movimentadas. 

 

Fatores negativos:

- O fato de nao termos conseguido chegar ao topo do Cabo Formentor 

- O hotel em Alcudia foi uma desilusao completa. Nas imagens nunca ficamos a pensar que o complexo hoteleiro era um conjunto de predios e que iriamos ficar num quarto com cozinha e sala incluida, posicionado para ai no quinto andar do predio. O quarto estava sujo e nem fomos capazes de dormir por baixo dos lencois, apenas tapados com um cobertor. Para acumular a limpeza dos quartos comecava muito cedo e pelas 7h da manha ja ouviamos o aspirador pelo corredor - horror! A unica coisa boa foi mesmo a vista, linda! 

- Nao termos aventurado mais pelas cidades das redondezas e explorado mais, tambem pelo receio de nos perdermos. 

 

Conclusao: 

A decisao de pegarmos num carro e descobrir outros locais foi acertada, cansou-nos um pouco mas quebrou a rotina da praia - piscina. Fez-nos viver um pouco mais as ferias e guardar boas recordacoes. 

 

20160520_185101.jpg

20160521_121918.jpg

20160520_163523.jpg

20160520_145632.jpg

 

Mais sobre mim

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.