Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Jornada23

Uma portuguesa a viver em terras de sua Majestade desde 2014.

Jornada23

Uma portuguesa a viver em terras de sua Majestade desde 2014.

Magaluf

Uma lágrima quase que cai quando me lembro de Magaluf!  A atmosfera estava perfeita, o hotel foi o máximo e acho que teríamos aproveitado um pouco mais mas a oferta era imensa. Por uma lado se não aproveitássemos o tempo pela manha / tarde a noite começava a levantar um vento mais desagradável que não deixava andar tão a vontade.

 

Fatores positivos:

- O hotel foi a melhor escolha. Para alem de ser enorme, ter 3 piscinas na qual a do meio tinha parque aquático (com escorregas e piscina de ondas), a comida era 5 estrelas e o serviço de limpeza era impecável. A localização do hotel era perfeita. Apenas a 5 minutos a andar da praia, numa zona mais sossegada que certas parte de Magaluf. Para acrescentar o quarto de hotel era enorme, conseguíamos ter pelo menos umas 6 pessoas a dormir ali, entre sala e quarto sem problemas

- A praia. Aquela praia era linda, agua calma, sem ondas (como gosto) a agua era fria mas rapidamente nos habituávamos a temperatura. 

- A zona em si era muito calma durante o dia. Acredito que em época alta (fomos em Maio) a confusão seja muito maior, mas correu bem. A zona em si e pequena, da para descobrir bem a pé, com restaurantes e lojas a poucos passos. 

- O mês que escolhemos ir foi o melhor. Magaluf para quem não conhece e um dos destinos favoritos principalmente dos jovens britânicos e pode ser um pouco caótico durante o verão (e só procurar por vídeos no youtube). O fato de termos ido em Maio foi óptimo porque o barulho não era muito, havia muito menos jovens mas ainda assim bastantes e o calor não era insuportável mas dava muito bem para estar na praia ou piscina o dia todo de molho. 

- Os residentes são bastante simpáticos e prestáveis. 

 

Fatores negativos:

- O algum barulho por parte dos jovens (na sua maioria britânicos) que usam esta localidade como o paraíso da festa. 

- A noite em Magaluf e a loucura, mas quando falo em loucura falo naquela mais pesada em que vamos a passear e estão não sei quantos promotores a tentar arrastar para os seus bares, mulheres as entradas seminuas , bailarinas a dançar em varões completamente nuas, jovens completamente bêbados. Se foi assim em Maio nunca me atreveria ir em pleno Julho ou Agosto. 

 

Conclusão:

Eu voltaria para Magaluf. Voltaria sem pensar duas vezes...ate que por curiosidade vi a estadia no mesmo hotel na mesma época e reparei que o preço aumento para três vezes em relação ao valor pago em 2016, inflação hein!  Isso tirou-me as esperanças todas. No entanto continuo a achar uma zona muito em conta, em que os preços são relativamente baratos e para nos português a língua acaba por não ser tanto uma barreira. 

 

20160516_150328.jpg

20160516_150312.jpg

20160519_132831.jpg

20160519_174130.jpg

20160517_161452.jpg

20160517_124251.jpg

20160518_142031.jpg

 

 

 

 

 

Natural History Museum of London

Natural History Museum Of London
E ontem lá fomos aproveitar mais umas coisas que caraterizam Londres, uma delas: Museus. E melhor do que ver museus? Serem totalmente gratuitos! O nosso objetivo era irmos ao Museu de História Natural e em seguida ao Museu de Ciência, que fica logo de esquina. Lá fizemos a nossa caminhada de Chelsea a Glocester Road.
O Museu é enorme, mal entrámos vimos que aquilo era gigante. Adorei o ambiente das exposições, com luzes fracas e ambiente que criavam um clima fantástico. Vimos as exposições dos anfíbios, animais aquáticos, dinossauros (o príncipe tirava foto a cada esqueleto que via), corpo humano, mamíferos e, quando estávamos a caminho de explorar o andar de cima "O Museu vai fechar dentro de 20 minutos".....!!! Opah!
No final lá saímos com uma chuva horrível e ainda tentámos ir ao Science Museum, mas já era demasiado tarde....Para a semana quem sabe, acabamos de explorar um e começamos outro.
Eu: Posso tirar fotos com flash?
Porteiro: Pode, desde que sejam boas!

Londres, o início.

E londres é isto, e muito mais.
Hoje foi o nosso primeiro dia mas já deu para muita coisa. Antes de mais, e segundo as sugestões do blog da Tuga em Londres resolvemos presentear o nosso primeiro dia com uma visita às mil e uma coisas que se passam nesta cidade: London Ice Sculpting Festival.
Aproveitámos a boleia do autocarro 11 que, para além de passar pela casa onde estamos, faz um trajeto lindo (passa pela Big Ben, London Eye, Trafalgar Square), e parámos para passear mais uma vez pela zona à volta para casa. O frio suportava-se (o príncipe não acha), e a chuva era tão miúda que nem se sentia. Delirámos com os novos autocarros, muito mais engraçados e redondinhos e ainda tivemos direito a assistir a um pedido de casamento!
Começou a aventura.

Mais sobre mim

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.