Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Jornada23

Uma portuguesa a viver em terras de sua Majestade desde 2014.

Jornada23

Uma portuguesa a viver em terras de sua Majestade desde 2014.

Magaluf

Uma lágrima quase que cai quando me lembro de Magaluf!  A atmosfera estava perfeita, o hotel foi o máximo e acho que teríamos aproveitado um pouco mais mas a oferta era imensa. Por uma lado se não aproveitássemos o tempo pela manha / tarde a noite começava a levantar um vento mais desagradável que não deixava andar tão a vontade.

 

Fatores positivos:

- O hotel foi a melhor escolha. Para alem de ser enorme, ter 3 piscinas na qual a do meio tinha parque aquático (com escorregas e piscina de ondas), a comida era 5 estrelas e o serviço de limpeza era impecável. A localização do hotel era perfeita. Apenas a 5 minutos a andar da praia, numa zona mais sossegada que certas parte de Magaluf. Para acrescentar o quarto de hotel era enorme, conseguíamos ter pelo menos umas 6 pessoas a dormir ali, entre sala e quarto sem problemas

- A praia. Aquela praia era linda, agua calma, sem ondas (como gosto) a agua era fria mas rapidamente nos habituávamos a temperatura. 

- A zona em si era muito calma durante o dia. Acredito que em época alta (fomos em Maio) a confusão seja muito maior, mas correu bem. A zona em si e pequena, da para descobrir bem a pé, com restaurantes e lojas a poucos passos. 

- O mês que escolhemos ir foi o melhor. Magaluf para quem não conhece e um dos destinos favoritos principalmente dos jovens britânicos e pode ser um pouco caótico durante o verão (e só procurar por vídeos no youtube). O fato de termos ido em Maio foi óptimo porque o barulho não era muito, havia muito menos jovens mas ainda assim bastantes e o calor não era insuportável mas dava muito bem para estar na praia ou piscina o dia todo de molho. 

- Os residentes são bastante simpáticos e prestáveis. 

 

Fatores negativos:

- O algum barulho por parte dos jovens (na sua maioria britânicos) que usam esta localidade como o paraíso da festa. 

- A noite em Magaluf e a loucura, mas quando falo em loucura falo naquela mais pesada em que vamos a passear e estão não sei quantos promotores a tentar arrastar para os seus bares, mulheres as entradas seminuas , bailarinas a dançar em varões completamente nuas, jovens completamente bêbados. Se foi assim em Maio nunca me atreveria ir em pleno Julho ou Agosto. 

 

Conclusão:

Eu voltaria para Magaluf. Voltaria sem pensar duas vezes...ate que por curiosidade vi a estadia no mesmo hotel na mesma época e reparei que o preço aumento para três vezes em relação ao valor pago em 2016, inflação hein!  Isso tirou-me as esperanças todas. No entanto continuo a achar uma zona muito em conta, em que os preços são relativamente baratos e para nos português a língua acaba por não ser tanto uma barreira. 

 

20160516_150328.jpg

20160516_150312.jpg

20160519_132831.jpg

20160519_174130.jpg

20160517_161452.jpg

20160517_124251.jpg

20160518_142031.jpg

 

 

 

 

 

Alcudia & Outros

Dar uma volta pela Ilha de Palma de Maiorca foi uma decisao para podermos descobrir um pouco o local e tambem experienciar certas coisas.

 

Fatores positivos: 

- Visita ao Cabo Formentor - bem...quase visita ao Cap Formentor que aqui a condutora teve receio de ir ate ao final do percurso.... Isto deve-se simplesmente ao Zig Zag das estradas, nao conhecer bem o carro e a estrada e estarem a aparecer consistentemente cabras na estrada e tuneis. Oh meus amigos, eu adoro conduzir mas aquilo deu-me uns nervos desgracados tanto que ainda temos filmagens muito engracadas. Hoje em dia teriamos terminado o percurso, mas tambem penso que so ficaram uns minutos de distancia do Cabo - next time! 

- Visita as grutas de Drac em onde foi possivel experienciar um mini passeio de barco, um concerto ao vivo dentro da gruta (a acustica, meu deus!) com piano e violino. 

- Conhecer a cidade dentro das muralhas em Alcudia e quao perfeito se pode juntar o moderno e o antigo. 

- A diversao nocturna que contava muito com os bingos - um deles no qual eu e o principe conseguimos arrecadar uns 30 euros depois de planear uma estrategia..acabamos por sair porque o empregado nao parecia estar a gostar da brincadeira 

- Alcudia pareceu-nos uma zona muito simpatica e optima para familias com criancas, com muitas lojas de lembrancas e restaurantes a preco acessivel. 

- O fato de termos passeado pela ilha para alem de Mallorca deu-nos uma nocao da realidade entre o interior e as zonas costeiras bem mais movimentadas. 

 

Fatores negativos:

- O fato de nao termos conseguido chegar ao topo do Cabo Formentor 

- O hotel em Alcudia foi uma desilusao completa. Nas imagens nunca ficamos a pensar que o complexo hoteleiro era um conjunto de predios e que iriamos ficar num quarto com cozinha e sala incluida, posicionado para ai no quinto andar do predio. O quarto estava sujo e nem fomos capazes de dormir por baixo dos lencois, apenas tapados com um cobertor. Para acumular a limpeza dos quartos comecava muito cedo e pelas 7h da manha ja ouviamos o aspirador pelo corredor - horror! A unica coisa boa foi mesmo a vista, linda! 

- Nao termos aventurado mais pelas cidades das redondezas e explorado mais, tambem pelo receio de nos perdermos. 

 

Conclusao: 

A decisao de pegarmos num carro e descobrir outros locais foi acertada, cansou-nos um pouco mas quebrou a rotina da praia - piscina. Fez-nos viver um pouco mais as ferias e guardar boas recordacoes. 

 

20160520_185101.jpg

20160521_121918.jpg

20160520_163523.jpg

20160520_145632.jpg

 

Mallorca 2016

Adoro este posts super atrasados, certo? Mas pelo menos sei que as lembranças permanecem, ao menos isso! 

Maiorca ou Mallorca ou Palma de Maiorca como lhe quiserem chamar, foi um destino escolhido um pouco em cima do joelho. Foi um destino procurado naquela do : Epah estamos fartos de céu escuro e frio , vamos passar uns dias a uma zona de praia - e sim, apenas considero Londres escura e fria não e' como o típico que da' fama a esta cidade pela chuva, que ate' acho que na minha zona em Portugal chove muito mais do aqui.

 

Não me recordo muito bem se já tinha este destino na cabeça, mas acho que Espanha estava quase certo , apenas indecisão sobre Ibiza e Maiorca. Comecei a pesquisa normal e acabamos por escolher 1 semana em Maiorca na segunda quinzena de Maio, sendo que o objectivo seria aproveitar e não gastar mais do que a carteira suporta. 

 

Qual cidade escolher?

 

Quem tiver curiosidade pode ir dar uma olhadela a Ilha de Palma de Maiorca e ver que aquilo ate' nem e' muito grande, mas tínhamos que nos decidir por algum local. Quando comecei a fazer pesquisa do que fazermos para alem de estar o dia todo entre praia - piscina apareceram alguns sítios interessantes na ilha portanto acabamos por decidir numa mini aventura. Decidimos ficar em duas cidades : Magaluf e Alcudia. 

 

Onde pernoitar?

Ficamos 4 noites em Magaluf num hotel só para adultos espectacular com meia pensão chamado BH Mallorca e 1 noite em Alcudia no Bellevue Club.  Não tenho qualquer problema em partilhar os valores da estadia que, no final ficaram bem em conta visto o serviço recebido : pagamos £180 por 4 noites em Magaluf com pequeno almoço, jantar, acesso ao parque aquático do hotel e discoteca do mesmo e £25 por uma noite em Alcudia - uma pechincha para duas pessoas. 

O hotel em Magaluf foi muito bem escolhido, principalmente por ainda nos encontrarmos em época baixa e, sabendo que este local e bastante conhecido pelos jovens britânicos para umas boas noites de "bebedeira" a altura em que fomos não podia ser melhor. 

O hotel em Alcudia era enorme, tinha uma composição de diversos prédios e sentimo-nos estranhos por la', no entanto aproveitamos mais para conhecer as redondezas do que propriamente ficar no hotel. 

 

O que comer? 

Tivemos sempre comida em Magaluf de forma muito acessível. Ora era no hotel ora íamos aos restaurantes a beira mar que, digamos que tem preços muito acessíveis e parecidos aos de Portugal, mesmo sendo uma zona turística. Acabamos por comer comida muito simples tal como Pizza, frango assado visto também estarmos o dia todo entre praia e piscina e não queríamos estar sempre muito cheios. 

 

E os transportes?

Falando de novo em coisas que realmente interessam as pessoas : como se movimentar na ilha e os preços! 

Um dos motivos para irmos para Mallorca foi essencialmente o preço dos hotéis e do avião, para ir pagamos pela Ryanair por duas pessoas £60 e para voltar pela Norwegian (melhor companhia low cost!!!!) apenas £45 ! Ida e volta £100 por duas pessoas, melhor e' quase impossível! Chegados ao aeroporto apanhamos um autocarro ate ao centro da cidade de Palma, não me recordo do valor mas foi uma coisa mínima (entre 1 a 2 euros). Nesse primeiro dia ficamos a passear um pouco e fomos almoçar pelo Macdonald's e em seguida fomos para o terminal dos autocarros apanhar um regional para Magaluf. Vou-vos dizer uma coisa...esta viagem deu cabo de nos, nunca vi um autocarro a abarrotar tanto (se calhar vi, mas na altura custou muito) e com aquele típico cheiro e o suor a escorrer pelas caras de todos. A viagem deve ter durado uma hora, mas pelo menos ainda vimos a costa e foi-nos possível apreciar a beleza da ilha. 

Chegando a Magaluf não precisamos de transporte para nada, esta' tudo de muito fácil acesso apenas a andar chegamos aonde queremos.

Depois das quatro noites chamamos um táxi para o aeroporto onde íamos buscar o carro que alugamos para usar dois dias, correu tudo muito bem devo dizer e  recomendo vivamente a companhia de aluguer de carros RecordGO. Os últimos dois dias foram movimentados de carro onde apanhamos estradas em muito bom estado e nunca tivemos nenhum tipo de problema. 

 

Num próximo post irei falar um pouco mais sobre os dois locais a que fomos : Magaluf e Alcudia & Outros  

 

 

spanish-flag.jpg

 

 

 

Agadir

Agadir....! So de pensar nos dias passados em Agadir sinto um aperto, um saudade imensa! 

Tal como referido em posts anteriores, em Agadir escolhemos o Hotel Iberostar Founty Beach , a maravilha das maravilhas aos nossos olhos. 

 

Fatores positivos:

- O hotel foi sem duvida o ponto alto da viagem. Foi-nos possivel dormir ate' mais tarde, aproveitar a piscina interior pela manha e a exterior durante a tarde ou simplesmente ir a praia dando 10 passos fora do hotel. 

- A simpatia do staff no hotel , as comidas, o modo como o estrangeiro e' tratado sao simplesmente factores mais do que positivos 

- O clima foi o nosso melhor aliado tambem. Se em Marraquexe apanhamos uns dias de chuva e frio aqui o sol brilhava todo o dia

- O mercado era muito mais pequeno que o de Marraquexe mas foi bom porque era menos confuso e estavamos num mood mais calmo 

- Todas as noites existia uma festa no hotel, ora era Bolywood night , ora era noites de talentos, enfim uma panoplia que nos entretia noite fora. 

 

Factores negativos : 

- Quando saiamos do hotel eramos logo bombardeados com vendedores ou taxistas. O mesmo se passou quando saimos do autocarro vindo de Marraquexe e tivemos que pedir aos taxistas para nos darem tempo para pensar, visto fazerem-nos pressao mal saimos do autocarro para escolha de taxista.

- Como era uma cidade mais pequena e naquela altura do ano existem menos turistas sentiamo-nos mais deslocados do que em Marraquexe onde era estrangeiro a cada esquina 

- O aeroporto ficava bastante longe da zona dos hoteis principais.

 

Conclusao:

Nao me importava de voltar a Agadir para mais umas ferias "resort". Sair da cama, comer e deitar o corpito de frente para o sol o dia todo, intercalando com um mergulho na psicina.  Ainda por cima sabendo que de Londres encontro voos a 40 e pouco libras!! 

 

iberostar-founty-beach.jpg

 

7222526.jpg

 

 

 

Marrocos 2016

Novembro de 2016! Acabadinhos de fazer 1 ano de Marrocos - que saudades! 

Faz um ano que tivemos a ideia de ir de ferias com o nosso casal amigo português, a escolha do local estava mais do que difícil já que decidimos ir em Novembro e não queríamos propriamente sair de uma Londres fria para outra cidade todos encasacados e com chuva. A oferta não era muita e a incerteza da temperatura era ainda maior, o nosso problema prendia-se também com o dinheiro que estávamos dispostos a gastar e o tempo que iríamos la estar. Depois de muita conversa (mais das mulheres que dos homens) decidimos por Marrocos. Depois disso era apenas uma checklist infinita ate termos a certeza que tínhamos tudo preparado.

 

Qual cidade escolher?

A duvida persistia. Se por um lado ir a Marrocos e não ir a Marraquexe era um pouco perder a essência da coisa, ir a Marrocos e ficar a semana inteira perdidos entre mercados e a confusão diária também nos parecia demais. Acabamos por decidir: 3 noites em Marraquexe e 4 noites em Agadir. Por um lado teríamos o lado mais tradicional, os mercados, a população no seu modo de vida nu e cru e por outro teríamos as ferias de "resort", praia - piscina - praia. 

 

O que levar na mala de roupa?

Ui...este tema foi muito discutido, mais uma vez entre as mulheres. Os homens estavam bem servidos, uns calções, um par de calcas e mais coisa menos coisa, as mulheres, visto ser um pais muito mais conservador do que aquele onde vivemos teríamos que ter mais preocupação. O que procuramos nos por vestidos longos minha gente!!! Nada, nada de nada se encontrava por estas bandas e acabamos por nos decidir mais a usar calcas em Marraquexe e logo os calções e saias em Agadir onde estaríamos praticamente sempre no Hotel. 

 

Onde pernoitar?

Agadir foi uma decisão fácil e acabou por ser a decisão mais acertada em qualquer viagem que já realizei (o mesmo dizem os conterrâneos). Ficamos hospedados no hotel Iberostar Founty Beach um hotel de 4 estrelas com piscina interior e exterior e com uma entrada virada para a praia - um sonho! O serviço foi excelente, o staff do mais simpático e prestável possível, os quartos enormes e lindos e a comida variava bastante de dia para dia. 

Em Agadir tínhamos a opção de ficar dentro ou fora da Medina mas como só iríamos por 2 dias completos decidimos ficar o mais próximo possível do mercado para absorver a atmosfera. As mulheres pesquisaram imenso (acreditem que e complicado escolher um Riad que não pareça um tanto ou quanto duvidoso) e quando vimos o indicado em vez de reservarmos fomos pedir opiniao ao lado masculino...escusado será dizer que perdemos a vaga.. Acabamos por ficar hospedados no Riad La Perle de Marrakech. Um ambiente muito intimo, acolhedor, os quartos e a decoração típica e o staff muito familiar mas sentimos que a experiência podia ter sido melhor não fosse termos sido um pouco enganados, enfim cicatrizes de viajantes !! 

 

O que comer? 

Esta para ser sincera, foi a parte que aproveitamos menos no sentido de experimentar. Em Marraquexe nunca encontramos restaurantes muito apelativos, talvez por estarmos mesmo situados na Medina e apenas comemos uma refeição típica, cozinhada pela dona do Riad no nosso primeiro dia em Marrocos. De resto em Marraquexe fomos muito pelo seguro e em Agadir e que acabamos por experimentar um pouco de tudo com mais segurança, sabendo que os standards de higiene eram mais elevados. 

 

E os transportes?

Em poucos dias tivemos que usar: avião, táxi e autocarro. O avião usamos de Londres - Marraquexe (23£ pp) , Agadir - Londres (43£ pp), tudo através da Ryanair num voo que penso não ter durado mais do que 3 horas. De Marraquexe - Agadir usamos o autocarro que demorou 3 horas e meia mas passou a correr, com algumas paisagens lindas pelo caminho e pelo preço de cerca de 9£ por pessoa. Por ultimo, dentro das cidades e entre cidade aeroporto usamos os táxis que variavam muito o preço, muito conforme o que conseguimos regatear mas por norma conseguíamos viagens a cerca de 5/10£ a dividir pelos quatro. 

 

Irei ainda falar um pouco mais de cada cidade, mas para já fica o "curto" resumo 

(a usar teclado sem acentos!!!!)

 

bandeira-de-marrocos.jpeg

 

Mais sobre mim

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.