Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

jornada23

jornada23

Fun Fair

Não, eu não voltei à feira! (não é que não estivesse com vontade...) Só queria partilhar com vocês três diversões que me estão no coração: uma que é a minha preferida, outra que nunca deixo de andar em qualquer feira local e a última aquela que posso afirmar que nunca mais irei andar.

 

tp1.jpg

Esta é sem dúvida a minha diversão favorita. Fiquei apaixonada quando andei pela primeira vez na Bélgica, talvez com os 12/13 anos e desde então nunca só tinha andado mais uma outra vez, novamente na Bélgica pelos meus 17 anos. Esta diversão é aquela que me aquece o coração. Adoro sentir-me num baloiço a uma velocidade considerável e com o vento a bater-me na cara. Adoro, adoro, adoro! E para quem tem oportunidade de experimentar, tenho a certeza que não se irá arrepender!!

 

waltzer_ride.gif

Esta é aquela que eu não deixo de andar! Conheci aqui em Inglaterra e já me deixou com tonturas de morte! A verdade é que são apenas carrinhos que rodam em cima da plataforma e cada um tem uma outra plataforma que as faz rodar individualmente com o movimento (com mais ou menos força). Até aqui poderia soar a algo simples, não fosse esta diversão ter uns 2 ou 3 homens lá em cima a girar o teu carrinho de cada vez que há uma subida. Acreditem, parece inofensivo mas deixa sequelas engraçadas!

 

2724401852_a90cd76d38.jpg

Este é o tal. Aquele que afirmo com segurança que nunca mais irei andar! Quando vimos este bichinho em acção eu disse logo "Vão vocês, eu não entro ali". Acontece que o príncipe tem poderes de persuasão e disse-me tranquilamente que não ia ser nada de mais, embora eu soubesse que ODEIO ficar de cabeça para baixo.

O resumo da minha viagem foi: não abri os olhos uma única vez; gritei duas vezes, depois apercebi-me que estava a entrar em pânico e passei a viagem num silêncio cortante só a respirar fundo e a ouvir de 5 em 5 segundos o príncipe a perguntar "estás bem?" (devia pensar que eu tinha desmaiado); sentia um aperto horrível do banco na minha bexiga cada vez que estava de cabeça para baixo; segurei-me com tanta força ao banco que quando sai doía-me imenso o pulso.

Aviso para os mais sensíveis: Nem sequer experimentem! 

 

(Imagens retiradas da internet)