Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

jornada23

jornada23

Amigos

Este é, para mim, o melhor texto a caraterizar o sentimento de amizade. 

 

"Os amigos nunca são para as ocasiões. São para sempre. A ideia utilitária da amizade, como entreajuda, pronto-socorro mútuo, troca de favores, depósito de confiança, sociedade de desabafos, mete nojo. A amizade é puro prazer. Não se pode contaminar com favores e ajudas, leia-se dívidas. Pede-se, dá-se, recebe-se, esquece-se e não se fala mais nisso.

A decadência da amizade entre nós deve-se à instrumentalização que tem vindo a sofrer. Transformou-se numa espécie de maçonaria, uma central de cunhas, palavrinhas, cumplicidades e compadrios. É por isso que as amizades se fazem e desfazem como se fossem laços políticos ou comerciais. Se alguém «falta» ou «não corresponde», se não cumpre as obrigações contratuais, é logo condenado como «mau» amigo e sumariamente proscrito. Está tudo doido. Só uma miséria destas obriga a dizer o óbvio: os amigos são as pessoas de que nós gostamos e com quem estamos de vez em quando. Podemos nem sequer darmo-nos muito, ou bem, com elas. Ou gostar mais delas do que elas de nós. Não interessa. A amizade é um gosto egoísta, ou inevitabilidade, o caminho de um coração em roda-livre.

Os amigos têm de ser inúteis. Isto é, bastarem só por existir e, maravilhosamente, sobrarem-nos na alma só por quem e como são. O porquê, o onde e o quando não interessam. A amizade não tem ponto de partida, nem percurso, nem objectivo. É impossível lembrarmo-nos de como é que nos tornámos amigos de alguém ou pensarmos no futuro que vamos ter.
A glória da amizade é ser apenas presente. É por isso que dura para sempre; porque não contém expectativas nem planos nem ansiedade."

 

Os Amigos Nunca são para as Ocasiões, Miguel Esteves Cardoso.

Movie Time # The Blind Side

"Sometimes you might not even know why you're doing something. I mean any fool can have courage. But honor, that's the real reason for you either do something or you don't. It's who you are and maybe who you want to be. If you die trying for something important, then you have both honor and courage, and that's pretty good."

 

The-Blind-Side-Blu-ray-4.jpg

 Este é daqueles filmes que vejo uma, duas e três vezes sem me cansar. Eu adoro filmes verídicos e nessa onda, este é mais um filme que retrata a história de um jogador de futebol americano negro que, foi acolhido por uma família branca. É um filme para ver e claro está, deitar umas lágrimas também.

 

Dona de casa não tão desesperada

Vamos ser realistas. Eu não sou uma mestre da cozinha, quando quero faço coisas diferentes, faço bolos, sobremesas, invento pratos mas, na maioria sou eu mesma - a preguiçosa!

Hoje passei pelo Sainsbury e comprei carne picada. O plano era fazer a tão famosa bolonhesa mas parecia que já não metia piada. Então fiz isto, que é algo como carne picada enrolada em couve lombarda! O meu pai bem desejou (via Skype) que eu fizesse algum erro mas ficou muito bom! O príncipe diz que quer mais.

 

 

IMG_1011.JPG

 

Movie Time # The Help

"You is kind, you is smart, you is important."

 

images.jpg

 Domingo combina bem com um filme, e porque não um que já me andava a deixar curiosa à bastante tempo? Este filme fala sobre as empregadas negras das famílias brancas americanas. As empregadas que "criavam as filhas das brancas, mas que nem a própria casa de banho dos patrões podia usar". É um retrato da sociedade antiga muito fidedigno.

 

 

Casa

Hoje até estava animada e descontraída, até sair do banho.

Quando sai da casa de banho reparei no papel que a agência coloca todos os dias por baixo da porta a dizer o dia em que vão buscar a renda. Até aqui ok. Começo a ler mais para baixo, normalmente os espaços em branco não costumam estar preenchidos, mas agora estavam. O papel para além do que já disse, relembrava que dia 31 de Abril seria o nosso último dia aqui e, se quiséssemos renovar o contrato até Setembro, a renda iria subir 80£....A verdade é que já queríamos mudar de casa mas entretanto com tantos contratempos não conseguimos juntar o necessário. Agora é esta. Aqui não ficamos mais, é um absurdo pagar tanto! Casa fofinha e que vou ter umas saudades imensas, mas o gasto é em demasia. Posto isto.....respira fundo...em começos de Abril vou andar que nem maluca é que, para quem não vive cá, encontrar/pesquisar/ver/alugar uma casa aqui é de loucos!

Quando achas que acabou...Parte II

Quando achas que acabou, embora saibas que ainda tens que ir à empresa levantar o resto do teu dinheiro, um dos patrões liga-te " Olá, era só para saber se não estarias mesmo interessada em continuar na nossa empresa, eu coloco-te numa loja à tua escolha". Não, obrigada. Não, obrigada. E não, muito obrigada.

13 e 14 de Fevereiro

13 e 14 de Fevereiro. 

13 de Fevereiro porque faz cinco anos que foi o nosso primeiro encontro e 14 porque como todos sabemos é o dia dos namorados. 

Este ano não queria fazer nada. Embora esteja feliz por estar desempregada os gastos têm que ser controlados como é óbvio. Porém, ontem o príncipe deu-me algo que eu já queria à muuuuuito tempo! Uma coisa que, estranhamente não combina comigo porque eu simplesmente não dou grande importância a estas coisas....! E pronto, é a Nintendo Wii! Desde Outubro, ou mais coisa menos coisa, aceitei uma Playstation3 cá em casa. Nunca gostei da Playstation, principalmente porque os jogos não são nada a minha cara. Comprámos alguns jogos mais interactivos, mas nem por isso desenvolvi um amor por ela e cada vez que íamos a lojas ver de jogos eu derretia-me a ver os da Wii.

E foi assim que ontem apareceu o meu novo amor! Escusado será dizer que o menino viciado em Playstation também ficou rendido à Wii! E agora sou eu, a viciar-me em Zumba, wii sports, sonic....oh meu deus. 

 

P.s. De tanto dançar hoje acordei cheia de dores de corpo, mas surpreendentemente fiquei com vontade de criar um programa de exercícios diários para fazer!

Quando achas que acabou..

toma! Anda buscar!...Literalmente!

Explicando melhor a situação. No meu antigo trabalho ( e eu a pensar que já não viria à baila) costumavam fazer as transferências do salário entre os dias 1 e 5 porém, desde que fechou que andamos aqui numa espera imbecil! Na segunda quando estive na loja principal foi-me dito que as transferências já tinham sido realizadas, logo estariam disponíveis o mais tardar terça (odeio mentirosos)....Os dias foram passando até que hoje recebemos uma mensagem do nosso antigo supervisor a dizer que deveríamos levantar a quantia na loja principal. Ok...e a parte da transferência??...Passemos à frente. 

Quando cheguei para receber o dinheiro só me deu para ficar com uma cara de "pareço otária, mas não sou". Vejamos..a minha empresa conta o mês de 26 a 25 do próximo mês e, envia o dinheiro mais tardar até dia 5 mas como a nossa querida loja fechou portas a um dia 31 todos pensámos que esta demora ridícula de entrega do dinheiro fosse porque tiveram ainda a fazer cálculos para fechar o mês a 31...Mas não.

Empataram dinheiro não sei por alma de quem. Só pagam para o próximo mês os restantes dias e ainda melhor, pagaram-me quase 50£ a menos....Amanhã lá vou eu chatear o antigo supervisor...desejem-me sorte e paciência!

Orgulho.

Para ser simples e precisa: estou desempregada e orgulhosa.

Tal como tinha dito aqui no blog a loja onde trabalhava fechou no final do mês. Disseram-nos que nos dariam uma semana de pausa e que depois iriam então contatar todos aqueles que eles queriam que continuasse na empresa. Eu sorri. Tive a oportunidade de procurar trabalho mas, no entanto, no final da semana ainda não tinha tido uma resposta concreta de lugar nenhum. Dos imensos trabalhos para que fiz aplicação existem datas e só depois é que saberei os resultados, como tal demora sempre um pouco.

Domingo, já quase à hora de jantar recebo a chamada de um dos donos da minha antiga empresa. Disse-me que tinha um lugar para mim, numa loja perto da minha antiga. Era para começar segunda. Respondi que sim, afinal não tinha trabalho.

Ontem lá fui eu para o meu primeiro dia. Passei o dia todo a reviver este um ano de trabalho. Tinha que começar do 0, com novos colegas de trabalho, políticas adequadas à loja, novos turnos. À hora da pausa telefonei para o príncipe, eu já não queria este trabalho, eu já não queria ter que lidar com esta empresa de novo.

Hoje acordei. Fiz-me de mole na cama. Pensava e mandava mensagens ao Príncipe "Por um lado preciso do dinheiro, mas por outro já não quero isto para mim". E, finalmente decidi-me. Optei por mim. Optei pelo meu bem estar psicológico, pela minha felicidade em poder dizer adeus a algo que mantive tanto tempo por pura necessidade. Hoje mandei no meu próprio destino.

 

Estou desempregada, mas estou tão feliz!

 

proud.jpg

 

Pág. 1/2