Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

jornada23

jornada23

Folga?



Hoje é dia de folga?!#!? ...Era!

Antes de ontemo dia no trabalho foi super interessante ao que parece no final do dia faltavam 600 e tal libras da caixa registadora, caixa esta em que de manhã estava eu responsável por ela, e à tarde uma outra colega. O dia foi o melhor, não havia manager na loja, não havia supervisor nenhum nem segurança, foi o dia de folga de todos (coincidência?). Quando ontem cheguei á loja o manager veio logo falar comigo "Fizeste algum erro?" "Não viste nada?" "Sabes que estavas responsável pelo turno da manhã?"..Não, não, sim. E por isso, por saber que nada tinha acontecido no meu turno estava tranquila. Entretanto a minha colega (a tal que também tinha ficado encarregue pela máquina registadora no outro turno) enviou uma sms a dizer ao manager e supervisor que tinha partido a perna, não ia mais trabalhar...E não! Não estou a dizer que foi a moça, coitada que se calhar partiu mesmo a perna, mas agora as suspeitas viram-se para ela até comprovativo médico e, como só éramos 3 moçoilas a fazer 2 turnos, agora somos 2 a fazer os 2 turnos..ou seja - HOJE ERA SUPOSTO SER FOLGA, MAS AFINAL JÁ NÃO É! Keep calm, para a semana tens folga!

Resumo da semana

Esta semana tem sido de cão! (não, não foi a dormir, a brincar e a passear). Tenho que ser resumida, o sono já bate!

 

1º- Pela primeira vez ando a apanhar condutores de autocarros mesmo "tugas", desenrascados e que me metem em casa num instante! Aleluia!

 

2º - O trabalho tem tido as suas manhas, e esta semana foi manhas extra extra extra extra. Um dia cheguei ao trabalho, no turno da noite, e soube que de manhã as lojas todas da minha empresa tinham sido trancadas porque não pagavam renda.......se não pagam renda, pagam ordenado?

 

3º - O meu chefe de departamento tem uma mania irritante. Adora trazer novas encomendas (cerca de 100 vestidos, 30 malas, mais 50 malas para criança) no turno da noite, e sempre, mas sempre às 11h. Ou seja, uma hora antes do fecho da loja e do fim do meu turno. Lá começo na missão impossível de tirar pelo menos um número pequeno de vestidos novos e colocá-los na loja, tira plástico, põe cabine, põe preço, arranja sítio para expor, tira plástico, ....e umas unhas partidas no decorrer deste procedimento. Hoje o dia foi horrível, o que não se faz no turno da noite faz a pessoa da manhã e a pessoa era..eu! Tira plástico, tira cabine, parte unha....fico no chão do armazém completamente cheia de plásticos e vestidos.

 

4º- Para além desta atrapalhação toda hoje fizemos horas extra..(1h, que espero bem que me paguem), tudo porque tínhamos reunião de loja. Chegámos todos ansiosos (sabe-se lá se não estão quase na falência ou se não iriam comunicar que os salários estariam em atraso), com bebidas e batatas fritas para todos petiscarem, lá se fez uma reunião normal, conversa típica de patrão, conselhos, sermões que incluíam o não comer a comida dos outros, um pouco de tudo. Veremos como corre o início desta semana. Esquecemo-nos é de avisar ao patrão que o Mickey Mouse também faz parte da nossa equipa.

 

5º - Ontem fomos ver o primeiro flat desde que aqui estamos. Impressão? Poucas e más. O Flat estava muito bem localizado em Lambeth, a poucos minutos do rio. Tinha as suas coisas boas (poucas), tinha cada espaço dividido (quarto, wc e cozinha) o que só de si já é difícil em Londres, era barato (150pw) mas......ai está! Antes de mais a porta para a casa não era uma porta, era um pedaço de madeira com fechadura, a casa estava porca, mas quando digo porca é mesmo porca (teias de aranha, fogão sujo, móveis porcos e a cair, buracos na parede -segundo o príncipe). Desilusão total. A procura continua.

 

 

Mas lá me tenho aguentado com os dois suplementes diários kinder & príncipe.

 

 

Quatro anos

Foi exatamente à quatro anos atrás. Aquele primeiro encontro. Aquele primeiro abraço.


Amo.te hoje, mas desculpa por amanhã não te amar de igual forma ( cada vez mais, cada vez mais! ). Meu príncipe <3

Londres - 1 mês

E ontem fez exatamente 1 mês que chegámos a Terras de Sua Majestade. Foi um sábado intenso, do qual ainda não falei nem quis refletir muito sobre ele. Por um lado (e mais importante do que tudo) tive ao meu lado, ou a apoiar-me, as pessoas que mais aprecio na vida. Tive medo, quis ser forte, quis mostrar que tudo iria correr bem mesmo estando a viajar para o desconhecido. Despedi-me daquele quarto, daquele prédio, daquela rua. Despedi-me do meu bebé, e custou! Passei a viagem toda firme - não ia chorar. Até que a minha mãe começou a chorar e dei-lhe a mão. Vim a maior parte da viagem assim, de mão dada com a minha mãe, outra mão dada com o príncipe e com a mana a agarrar-me. A chegada ao aeroporto fez-se de forma mais descontraída, estávamos tranquilos, ansiosos e alegres. Eu tentei sair do país em paz, a obra do destino não deixou e mais uma vez fez-me, não dar menos valor a certas pessoas, mas sim valorizar imenso os que tenho junto a mim. A hora da despedida foi intensa e desconcertante (só de me lembrar...), pela segunda vez na minha vida vi o meu pai chorar, e como isso dói! A mãe chorou, eu chorei, o príncipe chorou, a mana chorou, só o irmão é que se aguentou mais firme (sabe-se lá se não deitou uma lágrima sorrateiramente). A viagem correu bem, a chegada a casa correu bem.

Em um mês, já tenho trabalho. Em um mês, já procuramos um sítio onde viver - os dois, sem mais ninguém, só eu e o príncipe. Em um mês já chorámos, rimos, tememos, aventurámo-nos (nunca andei tanto na minha vida eheh) e vivemos muito. Em um mês estamos ainda a descobrir Londres. Em um mês as saudades já apertaram. Em um mês já tive tendência a ir procurar o meu bebé. Já tive tendência em querer dizer à mana "Estás em casa?" pensando eu, que ela ainda vivia no andar de cima. Faz um mês que somos só eu e ele. Faz um mês que o príncipe não fuma (yeeaaah!). Faz um mês que tudo começou.

Eu estou bem, nós estamos bem. Londres é um sonho, mas é preciso força quando queremos sonhar mais além.

 

E Portugal é

para além de Cristiano Ronaldo, também suborno a polícias - isto de acordo com um dos meus chefes. Ele apenas afirmou que conhece Portugal apenas pelo Cristiano Ronaldo e porque lá se pode matar pessoas e depois subornar a polícia para não se ser preso..................alo? Estamos assim com tão má reputação ou isto foi um erro qualquer de comunicação?!

 

Logo em seguida perguntou-me "E tu, o que passa na televisão sobre o meu país?", remeti-me ao silêncio, ele é Afegão.

 

 

 

Tal e qual



P.s. Eu já tinha dito o quanto odiava greves de metro em Lisboa, mesmo andando de autocarro certo? Agora imaginem greve no metro de Londres, e trabalhando em pleno centro da cidade...! E claro está, eu ia de autocarro, mas levei com a malta "underground" toda!!!

Nova lição

Ontem aprendi uma nova lição: Não me meter por "atalhos"

Eu chego sempre uns minutos mais cedo ao trabalho e, sendo Piccadilly um ótimo sítio para lavar a vista com as montras que lá andam, dou umas voltinhas antes de ir para o trabalho.

Ontem decidi que ia dar uma espreitadela à loja da M&M (só o fato de ter pensado nisto a um sábado vê-se que não sou lá muito esperta!) que fica logo ao lado da loja onde trabalho mas, como não queria passar em frente à montra da minha loja fui pelas traseiras.............má decisão! Não é que fui dar à ChinaTown e precisamente na altura em que estavam a realizar mais alguns festejos do ano novo chinês!!!! Demorei um tempão até conseguir passar entre as aberturas de multidões, o pior ainda foi que ao chegar á loja da M&M faltavam 5 minutos para entrar ao trabalho.....a sério? Para além de aquilo estar a abarrotar, não vi muito mais para além de peluches e cabeças, peluches e cabeças....mas vá, eu até perdoo tudo isto, mas só mesmo porque este é o meu ano chinês!